Zeca do PT quer distância de André e Delcídio

A ESTRATÉGIA: Ao adotar as prévias pretende-se aproveitar a o evento para praticar a democracia interna, juntar as diferentes tendências, mostrar a cara e a força do PSDB. Embora não exista a lista oficial dos tucanos pré-candidatos, a manifestação de alguns deles é uma amostra afirmativa de que o partido quer liderar a chamada terceira via em 2022.
A ESCOLHA: Nas prévias nacionais do PSDB anunciadas para o dia 21 de novembro tem direito a voto no Mato Grosso do Sul os filiados (?), 234 vereadores, 5 deputados estaduais, 3 deputados federais, 37 prefeitos, 15 vices, o governador, o presidente e o ex-presidente da Executiva Estadual. Sem diferenciação: os votos com o peso idêntico na contagem final.
A PERGUNTA: Qual a tendência dos votos dos ‘tucanos guaicurus’? A posição do governador Reinaldo (PSDB) pesará. Parece que estaria cicatrizada aquela ferida da briga pelo ICMS do gás que MS venceu por 5 a 4 no STF – garantindo R$1,1 bilhão (14% da arrecadação anual), com o governador Dória (PSDB) sendo contra nossos interesses.
ÁGUAS PASSADAS: Depois da peleia judicial pela grana do ICMS, veio a pandemia e com ela a aproximação de Reinaldo com Dória, numa parceria notória e benéfica. Mas o ex-presidente Fernando H. Cardoso é a favor do governador gaúcho Eduardo Leite – que pode se tornar a surpresa com o carimbo da renovação nacional através da terceira via. Tudo pode acontecer!
INTERROGAÇÃO: Nas eleições primárias dos Estados Unidos há embate duro entre os postulantes. Mas só até a escolha do candidato do partido. Com base na tradição de um país democrata seria oportuno perguntar: o candidato tucano escolhido conseguirá agregar o apoio das lideranças que não obtiveram êxito? Haverá ou não o temido racha?
DEPUTADOS & AÇÕES: Paulo Corrêa (PSDB): Comanda a Casa, prestigia eventos do Governo; atento às questões do Covid. Zé Teixeira (DEM): insiste no rigor maior na fiscalização contra aglomerações propagadoras do Covid-19. João Henrique (PL): propõe emenda ao Projeto do Executivo para reduzir alíquotas de multas do ITCD; quer a criação do passaporte da saúde para retomada da economia. Evander Vendramini (PP): atento no projeto de recuperação da ferrovia Corumbá/Bauru; foi à sanção seu projeto denominando Padre Pasquale Forin a MS 432; comemora licitação para asfalto Corumbá-Porto Esperança. Mara Caseiro (PSDB): pede recapeamento entre Campuã e Figueirão; viaturas policiais para Iguatemi; patrolamento da MS 145 (Naviraí-Assentamento Juncal). Lídio Lopes (Patri): declarada de utilidade pública estadual a Associação de Apoio/Defesa da Criança e do Adolescente de Eldorado.
ENERGIZADO: Saindo da clausura, o ex-governador Zeca do PT já deu a senha para 2022 na entrevista à CBN: “só não quer conversar com o ex-governador Puccinelli (MDB) e o ex-senador Delcídio (PTB)”; Lembra: não esteve preso, não usou tornozeleira e reafirmou as suas boas relações com o governador Reinaldo (PSDB), com o Secretário Riedel (PSDB) e arrematou elogiando os membros da Família Trad (PSD).
OPINIÃO: Zeca entende que o insucesso do PT nas eleições municipais no MS não elegendo nenhum prefeito, não terá reflexos na sucessão presidencial, pois em 1998 o PT administrava apenas Porto Murtinho e Mundo Novo. Ao seu estilo ele lembrou as características de cada eleição e que tem conversado com o ex-presidente Lula (PT) no sentido de alargar as alianças priorizando o pleito presidencial.
DESABAFO: Zeca do PT ponderou que reverteu no STJ a sua condenação no processo da ‘Farra da Publicidade’ e das indenizações que recebeu da Folha de São Paulo (R$280 mil) e do Grupo ‘Correio do Estado’ (R$570 mil). Ainda promoverá Ação contra o Procurador de Justiça Marcos Sotoriva – pela sua atuação no processo da ‘Farra da Publicidade’.
NO RETROVISOR: Eleições de 2006 para uma vaga ao Senado. Venceu Marisa Serrano (PSDB) com 607.584 votos (53,2%), seguida de Egon Krakhecke (PT) 456.363 votos (40,0%) – João L. Schimidt (PDT) 59.594 votos (5,2%) – Anita Borba (PSOL) 7.265 votos – Carlos Leite (PV) 6.684 votos – Suel (PSTU) 2.528 votos – Ionaldo Arce (Prona) 2.136 votos.
AÇÕES & DEPUTADOS: Lucas de Lima (SOL);Arrecadou em ‘live’ 10 toneladas de alimentos à Apae e às famílias vulneráveis de Bandeirantes; pede prioridade da vacina Covid aos vigilantes privados. Capitão Contar (PSL): pede regime de urgência ao seu PL classificando restaurantes & alimentos como atividade essencial. José C. Barbosa (DEM): sancionada lei garantindo sessões adaptadas nos cinemas para autistas; pede urgência na convocação dos remanescentes da Agepen. Gerson Claro (PP): registrou voto de pesar pela morte do empresário de Sonora Francisco Giobbi; elogiou os investimentos estaduais em Paranaíba. Pedro Kemp (PT): requer curso presencial de Serviço Social na UEMS; criticou a violência contra os indígenas nas demarcações de terras.
SIMONE: Fritada pelos caciques do MDB na sua candidatura à presidência do Senado contra a turma do Centrão, a senadora (MDB); segundo o presidente do partido Baleia Rossi; teria 80% de apoio para ser candidata ao Planalto em 2022 na 3ª. via. Mas observadores aconselham Simone a priorizar sua situação política nebulosa no MS – a exemplo do que ocorre com o ex-ministro Mandetta no DEM local.
ALCKMIN: lidera ao Governo paulista com18,05% na ‘Pesquisa Ranking’ em 90 cidades paulistas – em 2º Datena 15,20% – Boulos 12,00% – Dória 10,25% – Marcio França 8,05% – Paulo Skaf 7,15%. Rejeição: Dória 16,35% – F. Haddad 13,10% – Arthur do Val 10,05 – Janaina Paschoal 8,35% – Rodrigo Garcia 7,00% – Boulos 5,00% – Skaf 4,35% – Datena 4,20 – Alckmin 3,30% – Marcio França 3,10%.
PESQUISA para Presidente do Brasil ( por telefone) nas 90 cidades entre 20 e 23 de junho: no confronto direto Bolsonaro tem 42,55% e Lula 40,35%. Na rejeição Lula tem 24,10 e Bolsonaro 20,30%. Com outros nomes: Bolsonaro 29,50% – Lula 27,25% – Datena 7,10% – Ciro 3,80% – Dória 3,20% – Mandetta 2,35% – Amoedo 2,00% – Moro 1,65% – Boulos 1,40% – Temer 1,20 – Marina 0,50%. Não sabem ou não responderam 17,10.
CONCLUSÕES: O ex-governador Alckmin é forte, sem rejeição, apesar da cúpula tucana boicotá-lo no PSDB. Na disputa para o Planalto há empate técnico entre Bolsonaro e Lula. Ruins os desempenhos de Dória (3,20%) em seu quintal e de Ciro Gomes (3,20%), o que comprova a inviabilidade da 3ª. via. São Paulo reflete no Brasil inteiro. Isso conta muito.
AÇÕES & DEPUTADOS: Marçal Filho (PSDB): pede agilidade na licitação das obras de reforma do aeroporto de Dourados: Antônio Vaz (Rep): pede aquisição de materiais/equipamentos para Glória de Dourados; doação de bicicletas apreendidas às instituições de caridade; pista de atletismo para Rio Verde de MS. Amarildo Cruz (PT): pede curso presencial de Serviço Social na UEMS e a suspensão do corte de água pela Sanesul. Neno Razuk (PTB): pede urgência na reforma da escola estadual de Bodoquena; elogia os investimentos do Governo em Dourados e região.
APLAUSOS : Nosso Mato Grosso do Sul brilha na mídia nacional como referência no combate ao Covid-19 graças ao trabalho sincronizado do Governo, através da Secretaria de Saúde com os municípios. Mas há de se registrar a falta de conscientização de parte da população que insiste em descumprir as orientações sanitárias. Depois, chorar não resolve.
NA INTERNET: Após dias e dias de buscas os policiais encontraram nas matas de Goiás: 2 lobisomens, 1 saci Pererê, 3 mulas sem cabeça, 2 caiporas, 1 curupira, 1 índio barbudo, 3 chupacabras, João e Maria, 1 chester vivo, 2 entrevistadores do Ibope, 1 nota de 200 Reais, a segunda Libertadores do Corinthians, o Mundial do Palmeiras, o dedo do Lula, o pica-pau – menos o Lázaro.
É MEU PAIS… Brasília, ainda distante do Brasil. A tal Reforma Administrativa irá realmente diminuir os gastos com a máquina pública? Mas os funcionários concursados perderão espaço para os leigos comissionados ‘amigos do rei’ – que não conhecem do assunto para um bom desempenho. Piui… piui! Vem aí um novo trem da alegria!
PARA PENSAR: Vamos reaprender, recriar, rever hábitos, valores e projetos? Esse isolamento social tem cara de ‘retiro’ para questionar o ontem, o hoje e o amanhã (até quando?). Vale buscar o velho ditado; “ o homem não teme o que vê, mas o que ele não vê”. Recorro ao filósofo Mario Cortella: “Confiem em Deus, mas amarrem bem os seus cavalos, porque, de repente, alguma coisa pode vir pela frente.”
ARREMATE; Difícil lembrar de quantos parentes, amigos e conhecidos perdemos na pandemia. Talvez os dedos das mãos sejam insuficientes para contabilizá-los. Todo dia uma notícia aflitiva que nos faz sofrer por antecipação. Pegando carona no título da canção ‘TUDO MUDOU’- é preciso se conscientizar da nova realidade. Se ao final continuarmos vivos, estaremos no lucro.

PILULAS DE JUSCELINO KUBITSCHEK
O otimista pode até errar, mas o pessimista já começa errando.
Costumo voltar atrás, sim. Não tenho compromisso com o erro.
Um governo forte se faz perdoando.
Sou conciliador por natureza.
Sereis tanto mais influentes quanto mais fordes corretos e justos.
Não consigo guardar ódios em meu coração.
O perdão é a marca da grandeza, sobretudo quando se tem em vista um objetivo mais alto.
Não aceito o julgamento dos que agora me julgam; só aceito o julgamento do povo, pois só nele reconheço o juiz de minhas ações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *