Bora de Papo Reto com a Profa! Hoje o texto é curto. Se puder, leia.


Você já ouviu alguém dizer assim: “ah, mas foi uma mentirinha inocente!”?
Então, eu já ouvi e já fiz. Não nego. Quem nunca fez ataque a primeira pedra.
O que precisamos sempre ter em mente é que nenhuma mentirinha é inocente. Sempre ela tem um objetivo. Assim como não acredito em discurso neutro, não acredito em mentirinha inocente. Não existe isso. Tudo o que fazemos tem um motivo. Às vezes assumimos ou não. O duro é quando a mentirinha “inha” ou não já faz parte da vida da pessoa. Quando isso acontece, até o mentiroso acredita nele mesmo. Não há mais como distinguir a mentira da verdade. É como se a pessoa se tornasse a materialização da mentira.
É difícil conviver com pessoas assim. A gente se sente como se estivesse em um campo minado. Nada do que ela diz acreditamos. É quando a pessoa morre mesmo estando viva. Então, até que ponto mentir compensa? A verdade pode nos rasgar por dentro, porém ela permite que vc se veja no mundo, dando oportunidade para vc escolher o caminho que quer seguir. É isso! Abraços!
#profarosemeirefarias
#aforcaeavozdamulher

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *