VIXIIIII – Após perder para Siqueira, Trutis traz as claras os bastidores da cúpola do PSL; assista

Após perder o direito de sair candidato a prefeito de Campo Grande pelo PSL, após decisão da Justiça Eleitoral, o deputado Loester Trutis colocou a ‘boca no trombone’ e resolveu falar de todos os políticos do grupo. A novela continua e deve ter muitos outros capítulos.

O vídeo foi divulgado hoje na página dele no Facebook. Trutis revela áudio que seria do candidato Vinícius Siqueira e mostra mensagens trocadas pelo WhatsApp.

Indignado, ele diz que ele teve o tapete puxado por Siqueira, e que o partido investiu R$ 100 mil na pré-campanha dele. No áudio, Trutis mostra que Siqueira supostamente concordou, no dia 12 de setembro, que sairia vereador e não prefeito. “Não véi, deixa eu sair de vereador, eu vou juntar os meus votos e o do Salineiro e vou ser o mais votado da história de Campo Grande porque todo mundo que vota nele, vota em mim também”.

Trutis voltou a citar uma pesquisa do PSL nacional, em que o nome dele supostamente saía melhor. “Ele está faltando com a verdade, quando fala que eu puxei o tapete dele”.

Trutis X Soraya

Trutis falou que o desentendimento com a senadora Soraya Thronicke foi devido ao pedido de cassação do mandato do deputado estadual Capitão Contar. Ele afirma que a trama seria para tirar Contar do cargo e deixar para a amiga Raquel Portioli, de Ponta Porã, suplente do capitão.

Trutis X Sindoley

“É a única pessoa que meu gabinete demitiu por incompetência. O senhor Sindoley Moraes não sabia fazer uma tabela de Excel. Ele quer ser prefeito de Paranaíba e eu estou com dó das pessoas, porque ele quebrou uma barraca de Açaí. O cara que não consegue administrar uma barraca de açaí vai ser prefeito como?”, disse Trutis, que antes de se candidatar era dono de uma lanchonete na Capital.

Perseguido

O deputado falou sobre uma série de situações do PSL, legou que é o ‘cara da verdade dos fatos’ e que sofre perseguição do sistema. Trutis chegou a dizer que 80% dos candidatos a vereador pelo partido só estão interessados no fundo eleitoral. Além disso, ele afirma que era o único que conseguiria vencer o prefeito Marquinhos Trad (PSD) e que a coligação de Trad é uma aberração ideológica.

 

Vídeo:

fonte: Conteúdo ms

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *