Venezuela enviará 3 caminhões de oxigênio ao Brasil, diz Maduro

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nessa 3ª feira (2.fev.2021) que seu país vai enviar 3 caminhões carregados com cilindros de oxigênio para os Estados de Roraima e Amazonas. O líder venezuelano não informou a quantidade de insumo que chegará ao Brasil.

Quero informar que estamos garantindo aos Estados do Amazonas e de Roraima, por meio da [empresa pública] Sidor e da classe trabalhadora venezuelana suas necessidades de oxigênio”, falou Maduro.

Segundo ele, dois caminhões serão destinados ao norte do Amazonas. Um vai para Roraima.

Tudo é possível quando há solidariedade, fraternidade, paz e amor entre os povos e, neste caso, entre os povos do Brasil e da Venezuela”, falou o venezuelano.

Maduro disse que continuará a enviar oxigênio ao Brasil enquanto for necessário. No mês passado, a Venezuela encaminhou mais de 100 mil m³ do insumo hospitalar para Manaus, capital do Amazonas.

A situação do sistema de saúde amazonense se agravou a partir de 14 de janeiro, quando o estoque de oxigênio acabou em vários hospitais de Manaus. O Ministério da Saúde informou nessa 3ª feira (2.fev) que a situação do abastecimento do insumo no Amazonas já é considerada normal.

Entretanto, em audiência na Câmara dos Deputados do Amazonas na última 5ª feira (28.jan.2021), o secretario estadual de saúde Marcellus Campêlo alertou que nas próximas semanas o interior precisará de mais oxigênio do que o disponível atualmente.

Segundo as estimativas, a demanda pode aumentar para até 120 mil m³ por dia. No entanto, a White Martins, única fornecedora do insumo médico para todo o Estado, já atingiu o volume máximo que consegue entregar por dia, 80 mil m³.

O Ministério da Saúde afirmou que foi estabelecido um fluxo contínuo de chegada do gás por carretas vindas do Sul, Sudeste e Nordeste do país. Além disso, diariamente, 2 voos da FAB (Força Aérea Brasileira) chegam a Manaus, carregados com o produto.

Na última 2ª feira (01º.fev), teve início uma operação para entregar, de avião, tanques isotérmicos com uma suplementação de oxigênio. Por via terrestre, é rotineira a chegada de carretas transportando tanques de oxigênio vindos da Venezuela, pela BR-174, e de outras regiões do Brasil, pela BR-319, contando com o auxílio de balsas para completar o trajeto”, declarou a pasta em comunicado.

fonte: Poder360

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *