Magnata da mídia de Hong Kong é preso sob a nova lei de segurança nacional chinesa

A polícia de Hong Kong prendeu o magnata da mídia Jimmy Lai sob a nova lei de segurança nacional chinesa, informou a mídia local nesta segunda-feira (10).

Jimmy Lai é o proprietário das empresas de mídia de Hong Kong: Next Digital e Apple Daily. Ele é bem conhecido por seu apoio ao movimento pró-democracia em Hong Kong.

De acordo com fontes do Global Times, o empresário de 71 anos foi preso por suposto conluio com forças estrangeiras.

O South China Morning Post informou que a prisão ocorreu na manhã de segunda-feira (10) na casa do magnata no distrito da cidade de Kowloon. Os dois filhos de Lai também teriam sido detidos.

A polícia de Hong Kong, por outro lado, confirmou ter prendido sete pessoas sob a lei de segurança nacional.

“A Polícia está realizando uma operação de prisões desde esta manhã. Pelo menos sete homens locais, com idades entre 39 e 72 anos, foram presos sob suspeita de conluio com um país estrangeiro / elementos externos para colocar em risco a segurança nacional, conspiração e outros crimes”, dizia o comunicado.

A nota da polícia acrescentou que “a investigação ainda está em andamento e outras prisões podem ser feitas”.

O governo chinês promulgou a lei de segurança nacional em Hong Kong no final deste junho. A lei ajusta as políticas de segurança em Hong Kong à percepção de Pequim sobre o crime e punição com relação ao separatismo, subversão, terrorismo e conluio com países estrangeiros.

A legislação provocou uma reação da oposição de Hong Kong e do Ocidente. Em protesto, os Estados Unidos acabaram com o tratamento econômico preferencial para a cidade.

 

Fonte; conteúdo ms

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *