Corinthians: Jonathas cobra mais de R$ 2 milhões na Justiça e pede penhora de cotas de TV

Vivendo momento financeiro muito difícil, o Corinthians segue se complicando cada vez mais.

Nesta segunda-feira, o atacante Jonathas, que passou pelo Parque São Jorge em 2018, acionou a Justiça para cobrar R$ 2.019.998,35 da equipe alvinegra.

De acordo com o processo, ao qual a ESPN teve acesso, o Timão devia R$ 1.915.000,00 ao atleta, em 10 parcelas de R$ 191.500,00, com vencimento até o último dia dos meses de março a dezembro de 2020.

No entanto, os advogados de Jonathas alegam que nenhum pagamento foi realizado, restando vencidas as parcelas de março, abril e maio.

“Conforme se verifica pelo instrumento, ficou ajustado que na hipótese de atraso igual ou superior a três parcelas, consecutivas ou não, haveria o vencimento antecipado da dívida restante, com a aplicação de multa de 5% sobre o saldo remanescente, além de juros de 1% ao mês e correção monetária pelo IGPM/FGV até a data do efetivo pagamento”, explicam os representantes.

Desta forma, o valor foi corrigido para R$ 2.019.998,35, que é o que está sendo pedido.

Ainda segundo os advogados, “tentativas amigáveis de cobrança restaram infrutíferas”, o que levou o centroavante a procurar a Justiça.

Por fim, foi exigido que, caso o Timão não honre o pagamento, ocorra a penhora de suas cotas de televisão.

“[…] Requer seja realizada a penhora em dinheiro, a incidir sobre 15% de todo e qualquer crédito devido ao executado, presente ou futuro, decorrentes dos diversos contratos celebrados com Globo Comunicações e Participações S.A. e a sua coligada Horizonte Conteúdos Ltda – Globosat, relativos aos direitos de transmissão dos campeonatos nacionais e regionais que o Executado participe”, diz a ação.

O caso corre na 4ª Vara Cível do Foro Regional VIII (Tatuapé), em São Paulo, e será julgado pelo juiz Rubens Pedreiro Lopes.

Jonathas fez apenas nove jogos e marcou um gol durante o tempo em que atuou por empréstimo no Timão, em 2018. Atualmente, ele defende o Elche, da Espanha.

O Corinthians foi procurado pela ESPN para se pronunciar sobre o tema. Caso o faça, a reportagem será atualizada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *