Ao vivo, prefeito em MS ‘brinca’ com morte de vice de outra cidade

Prefeito de Brasilândia, Antônio de Pádua Thiago (MDB) em entrevista a uma rádio local na última segunda-feira (10), fez uma “brincadeira” considerada por ele mesmo sem graça, ao dizer “ainda bem” que a vice-prefeita morta por coronavírus foi a do município de Inocência e não de Brasilândia. 

Neusa Dias Junqueira, de 58 anos, faleceu de Covid-19 no último domingo (9), após passar mal e ser transferida ao hospital de Três Lagoas. 

Na entrevista, o prefeito de Brasilândia anuncia que vai fazer uma brincadeira bem chata. “Ainda bem que o vice prefeito que morreu foi o de Inocência e não o de Brasilândia, hein doutor Gabriel”.

Ele ainda pede desculpa pela ‘brincadeira’. “Sei que foi de extremo mau gosto a vice-prefeita que foi a óbito ontem por Covid. Peço desculpa pela brincadeira que foi realmente chata”.

O vídeo teve repercussão nas redes sociais. Um primo de Neusa compartilhou que o prefeito não pensou na família, nem nos filhos dela. “Ele não pensou na dor que estamos sofrendo nesse momento”.

O prefeito de Inocência, José Arnaldo Ferreira de Melo, publicou que a população repudia a fala de Antônio. “Por mais humilde que seja, independente da classe social, nunca devemos nos manifestar dessa forma. Sua fala, prefeito, foi de uma pessoa desumana e sem caráter”.

A reportagem do Jornal Midiamax tentou falar com o prefeito por telefone, mas não conseguiu contato até o fechamento deste texto. O espaço está aberto para a manifestação do político.

As informações são do Midiamax

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *