Jair Bolsonaro expõe vídeo em que jornalista humilha reitor da UFPel, assista

O presidente Jair Bolsonaro compartilhou em suas redes sociais, nesta quinta-feira (14), um vídeo que mostra o apresentador da Rádio Guaíba, de Porto Alegre, humilhando o reitor da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Pedro Curi Hallal. A entrevista foi ao ar na segunda-feira (11).

Pedro Hallal também é epidemiologista e coordenador da pesquisa nacional Epicovid, que acompanha o avanço do coronavírus no Brasil. Ele se tornou uma das principais fontes da TV Globo sobre o coronavírus.

No trecho da entrevista compartilhada pelo presidente, o apresentador Julio Ribeiro provoca o reitor sobre ele ter sido infectado com a Covid-19 em dezembro.

“O senhor foi um dos arautos do ‘fique em casa’. O senhor pegou Covid como?”, questionou o apresentador. Em seguida, Hallal responde que essa informação não é de interesse público.

“Essa informação é de cunho pessoal, não de interesse coletivo, muito menos seu. Muitas pessoas perderam a vida por Covid-19, 200 mil pessoas, infelizmente por uma falta de política de enfrentamento”, disse o reitor.

Ribeiro então insinua que Hallal não seguiu os protocolos da doença. “Não tem como avaliar se o senhor seguiu a política de enfrentamento, porque o senhor foi infectado pela Covid, né?”, ironizou o apresentador, encerrando a entrevista.

Na sequência, Ribeiro critica Hallal em conversa com o deputado bolsonarista Bibo Nunes (PSL-RS), que também participava da entrevista. “A ala ideológica que o professor representa queria ver o teste de Covid do presidente, queria saber tudo sobre a saúde do presidente, mas a dela é de foro íntimo”, ironizou Ribeiro.

Em outro trecho do programa, Bibo Nunes afirmou que vai entrar com uma representação na Controladoria-Geral da União contra o professor. Segundo o parlamentar, a ação terá como base um vídeo que teria sido publicado pelo docente.

 

“Eu vi um vídeo dele dizendo absurdos, dizendo que quem manda lá (na universidade) é ele, que a sociedade é dele e ninguém se mete, que o presidente da República é desprezível. Eu fiquei muito surpreso. Esse cidadão era ex-reitor da universidade? Reitor com essa postura?” acusou o parlamentar. “O que ele falou contra o presidente, como funcionário público, é gravíssimo. O senhor se meteu a ser galo, mas aqui há um bagual”, completou.

Fonte: Conteúdo ms

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *