Trágico incendio en campamento del Corredor Vial Bioceánico

Um trabalhador do Corredor Rodoviário Bioceânico morreu na terça-feira durante um incêndio que eclodiu em um dos acampamentos que abrigam os trabalhadores que constroem a estrada na área de Carmelo Peralta, Departamento de Alto Paraguai.

 

A vítima foi identificada como Delio Antonio Mendoza Delvalle, natural de Caacupé e integrante da equipe do Consórcio Bioceânico Corredor Rodoviário, empresa premiada pelas obras realizadas no  Chaco .

O grande incêndio ocorreu à noite no alto de Carmelo Peralta, Alto Paraguai.

Os restos mortais do homem foram encontrados completamente carbonizados após o acidente que consumiu totalmente a estrutura, informou o correspondente da Ultima Hora, Alcides Manena.

O acampamento rodoviário Carmelo Peralta foi totalmente consumido pelas chamas.

O acampamento está localizado a cerca de 1,5 km do Posto de Polícia conhecido como Travessia do Km 65 da rota PY15. Pelo menos 300 trabalhadores que constroem o Corredor Rodoviário Bioceânico no Alto Paraguai estavam hospedados no local afetado.

Foram divulgados vídeos nos quais os trabalhadores lamentam a situação e garantem que isso poderia ser evitado. Eles indicam que houve sucessivas reclamações pelas más condições do local.

Atualmente, são cerca de 116 quilômetros para concluir a obra que terá uma extensão total de 277 quilômetros neste primeiro trecho que vai de Loma Plata a Carmelo Peralta.

Enquanto o trabalho continua nos setores acima mencionados, estão sendo feitos progressos nas subseções 8, 9 e 10 no lado de Loma Plata, bem como nas seções 11, 12, 13 e 14 em Carmelo Peralta.

Em todas essas frentes, o avanço acumulado varia entre 2,5% e 45,4%, executando diversos itens que vão da limpeza do terreno à construção do aterro e da base granular.

Fonte: pedrojuaninosnews.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *