Relatório alternativo da CPI vai pedir indiciamento de Bolsonaro e Pazuello

Decidido a entregar um relatório alternativo na conclusão dos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) pretende pedir o indiciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), do ex-ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, e do hoje ministro da Defesa, general Walter Braga Netto.

A ideia de Vieira é divulgar seu relatório ainda esta semana – o documento oficial, feito pelo relator Renan Calheiros (MDB-AL), deve ser concluído na semana seguinte. Além disso, a expectativa é de que a versão alternativa seja mais sucinta, com até 100 páginas, enquanto a de Renan deve passar de mil folhas.

Segundo a coluna de Guilherme Amado, no portal Metrópoles, Vieira concorda que o capitão e os generais merecem ser indiciados, mas discorda de Renan quanto ao crime de genocídio que o relator deve imputar ao presidente da República.

Os filhos do presidente também não devem ser citados no texto de Vieira. Para o senador, isso é trabalho para a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News. A expectativa é de que a CPMI retome as atividades após a conclusão do colegiado sobre a pandemia.

 

 

fonte: Conteúdo ms

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *