Prefeitura manda comércio e casas noturnas fecharem as portas contra coronavírus

Prefeitura manda comércio e casas noturnas fecharem as portas contra coronavírus

A prefeitura publicou decreto há pouco suspendendo de 21 de março a 5 de abril o atendimento presencial ao público em estabelecimentos comerciais e o funcionamento de casas noturnas ou lugares voltados à realização de festas, eventos ou recepções.

Segundo a determinação, os estabelecimentos comerciais poderão manter funcionamento administrativo, mas não podem permitir acessos do público. A ideia é que as lojas intensifiquem as vendas por internet ou no sistema delivery, com serviços de entrega de mercadorias.

Mas vários setores ficaram de fora da medida, como de alimentação e medicamentos.

Liberados – Só podem continuar abertos ao público farmácias, hipermercados, supermercados, feiras livres, açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros, quitandas e centros de abastecimento de alimentos, como Ceasa.

Também continua liberado o funcionamento de lojas de conveniência, lojas de venda de alimentação para animais, distribuidores de gás, lojas de venda de água mineral, padarias, restaurantes, lanchonetes e postos de combustível.

Quem continuar funcionando deve adotar as seguintes medidas: “intensificar as ações de limpeza; disponibilizar álcool em gel aos seus clientes; divulgar informações acerca da COVID-19 e das medidas de prevenção, manter espaçamento mínimo de 1,5 metro entre as mesas, no caso de restaurantes e lanchonetes”, reforça o decreto assinado pelo prefeito Marquinhos Trad, que não definiu quais serão as penalidades para quem desrespeitar a ordem.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Informações Campo Grande News

Prefeitura manda comércio e casas noturnas fecharem as portas contra coronavírus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *