Napoli vence Juventus nos pênaltis, conquista 6ª Copa da Itália e ultrapassa Milan na lista de campeões

O Napoli é campeão da Copa da Itália! Nesta quarta-feira, a equipe empatou em 0 a 0 com a Juventus na decisão do cameponato, mas venceu por 4 a 2 nas penalidades e conquistou o seu 6º título da competição, ultrapassando Milan e Torino e empatando com a Fiorentina na lista de maiores vencedores.

Apesar do título ter vindo apenas penalidades, a conquista poderia ter saído ainda no tempo normal se não fosse por uma excelente atuação de Buffon, principalmente no primeiro tempo, que fez ótimas intervenções e evitou a vitória do Napoli nos 90 minutos com um milagre no último lance da partida.

© Fornecido por ESPN Belga chegou a 122 gols com a camisa da equipe de Nápoles e se tornou o maior artilheiro da história – via @maradona

Nas penalidades, o Napoli superou o adversário graças a Meret, que defendeu a cobrança de Dybala e viu Danilo bater para fora. Ficha técnica

Napoli 0 x 0 Juventus

GOLS:

NAPOLI: Meret, Di Lorenzo, Maksimovic, Koulibaly e Mário Rui; Diego Demme, Zielinski e Fabián Ruiz; Mertens (Milik), Callejón (Politano) e Insigne; Técnico: Gennaro Gattuso

JUVENTUS: Buffon, Cuadrado, Bonucci, De Ligt e Alex Sandro; Matuidi, Pjanic e Bentancur; Dybala, Cristiano Ronaldo e Douglas Costa (Danilo); Técnico: Maurizio Sarri Estatísticas

O Napoli venceu a Copa da Itália pela 6ª vez

Empatou em conquistas com a Fiorentina

Ultrapassou Milan e Torino, que tem 5 cada

Foi a 7ª vez que a Copa da Itália foi definida nas penalidades.

Buffon heroico!

O primeiro tempo foi muito movimentado no Estádio Olímpico. Com menos de cinco minutos, Cristiano Ronaldo teve a grande chance da primeira etapa para a Juventus. Dybala roubou a bola na saída do Napoli e serviu o português que, livre na área, bateu de primeira, mas Meret fez boa defesa.

Depois do susto, o Napoli melhorou muito na partida e passou a tomar conta do jogo. Aos 24, Insigne cobrou falta na trave e quase abriu o placar.

Na reta final, uma sequência de três lances em menos de cinco minutos para o Napoli: Demme invadiu a área e soltou a bomba, mas Buffon defendeu bem. Insigne arriscou de fora e o goleiro voou para fazer linda defesa. Já quase nos acréscimos, Bonucci evitou uma finalização de Mertens e manteve o 0 a 0 ao intervalo.

Inacreditável!

Se o primeiro tempo teve um ritmo impressionante e boas chances de gol, naturalmente os times sentiram a falta de preparo nesse começo de retorno ao futebol e pouca coisa aconteceu na segunda etapa.

A única grande chance veio nos acréscimos da partida. Após bola cruzada para a área, Maksimovic cabeceou, Buffon fez bela defesa e, no rebote, Elmas encheu o pé da pequena área e o goleiro italiano fez um milagre para desviar a bola que pegou na trave e saiu, garantindo os pênaltis.

Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo pela Serie A.

· Terça-feira, 23/06, 14h30*, Hellas Verona x Napoli

· Segunda, 22/06, 16h45*, Bologna x Juventus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *