MS é destaque em ranking de transparência de combate ao coronavírus

O Estado de Mato de Grosso do Sul subiu no patamar do Portal Transparência Internacional em relação às medidas de combate ao coronavírus.

A divulgação no Portal mostra avanço de 77 para 99 pontos colocando o MS que antes estava na 22º posição, agora em 5º lugar no ranking nacional em transparência nos recursos públicos direcionados às ações de combate ao vírus.

O indicador revela um crescimento ainda mais expressivo do Estado considerando que a organização que avalia portais de transparência de todo o país adotou critérios mais rigorosos, anunciando inclusive que passará a acompanhar também doações, programas de estímulo econômico e medidas de proteção social.

O secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel,  aponta que neste momento o que mais importa é dar segurança à população do trabalho que está sendo feito, com responsabilidade em relação aos recursos públicos e com a agilidade e cuidado que a pandemia exige.

“A pandemia nos colocou diante de uma realidade nova e que nos exigiu tanto agilidade, como coerência, como estratégia, nas decisões de medidas e de compras. Esta preocupação do Poder Executivo em apresentar ao público os dados dos gastos com a pandemia é a demonstração do comprometimento com a transparência, este indicador muito próximo à excelência mostra que em primeiro lugar deve estar o cuidado com o dinheiro público”, afirmou Riedel.

A evolução de Mato Grosso do Sul é resultado das mudanças na divulgação do microdados, na plataforma Mais Saúde, assim como a possibilidade de baixar o arquivo em formato Excel, ajustável à necessidade da informação, seja por parte da população como da imprensa.

Além da transparência na divulgação das informações que apontam o atual patamar da pandemia no Estado com boletins diários, coloca o Estado em primeiro lugar neste ranking nacional, com 100 pontos, pela segunda semana consecutiva.

Fonte: jd1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *