Judô de MS mantém tradição e termina o Brasileiro Sub-21 feminino no pódio

Mato Grosso do Sul é uma das potências no judô e sempre está no pódio em competições nacionais. Na etapa feminina do Campeonato Brasileiro Sub-21, realizada nesta quarta-feira (20), em Pindamonhangaba (SP), não foi diferente. A seleção sul-mato-grossense fechou o torneio com quatro medalhas (um ouro, uma prata e dois bronzes), na terceira colocação geral. O Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), apoiou a equipe de judocas, formada pela Federação Estadual de Judô (FJMS). 

Atleta de apoio do Brasil na Olimpíada de Tóquio-2020 e bicampeã pan-americana, Aléxia Vitória Nascimento confirmou o favoritismo na categoria ligeiro (até 48 kg) e garantiu a medalha dourada. Recentemente, a campo-grandense disputou o Campeonato Mundial Júnior de Judô, em Olbia, na Itália, acabando em sétimo lugar.

Na pesado (acima de 78 kg), Karla Rocha de Oliveira ficou com a prata. As condecorações de bronze foram alcançadas por Maria Fernanda Sabbo e Milena Maria Demarco, nas categorias meio-médio (até 63 kg) e leve (até 57 kg), respectivamente. Nathália Camily Arruda lutou pela categoria médio (até 70 kg) e encerrou o Brasileiro em quinto. A seleção estadual ainda teve nos tatames Letícia Sarubbi (meio-leve, até 52 kg) e Manuela Souza (meio-pesado, até 78 kg).

Com as quatro medalhas, Mato Grosso do Sul terminou como o terceiro melhor estado. O Rio de Janeiro foi o campeão geral, com três ouros. São Paulo foi o segundo, com um ouro, uma prata e três bronzes. Vale destacar que o sistema adotado na competição foi o olímpico, em que o peso/cor das medalhas determina a colocação e não a quantidade total.

O Brasileiro Sub-21 feminino teve a participação de 112 atletas e marcou o retorno oficial das competições da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), após quase 20 meses de paralisação do calendário nacional devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Segundo a entidade, todas as medalhistas no evento conquistaram vaga na Seletiva Olímpica Nacional – Paris 2024, que acontecerá em dezembro.

 

Esta foi a primeira de uma série de cinco competições nacionais programadas para 2021: o Brasileiros Sub-21 masculino, o Brasileiro Sênior feminino, o Brasileiro Sênior masculino e a Seletiva Nacional – Projeto Paris 2024, que fechará o calendário 2021 selecionando os atletas que formarão a próxima seleção brasileira de judô que representará o país no Circuito Mundial IJF em 2022. Todas elas serão no mesmo formato “bolha” de isolamento preventivo para a Covid-19, no Hotel Colonial Plaza, em Pindamonhangaba (SP).

Com assessoria

EsporteMs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *