Golpista conhecido em todo o País é preso com comparsa em MS

Conhecido em todo o País pelos golpes que praticou, Adilson da Silveira, de 36 anos, foi preso no sábado (1°) por equipe da Polícia Civil de Três Lagoas. Investigado por crimes em várias cidades de pelo menos sete estados, o criminoso estava com documento falso e havia acabado de aplicar um golpe quando foi detido.

De acordo com informações da polícia, após denúncia sobre a venda suspeita de um veículo Prisma, policiais deram início a investigações e abordaram Adilson no Bairro Jardim Dourado. Em conversa com os agentes, ele acabou confessando que o automóvel era produto de estelionato praticado na última quinta-feira (29), em Cassilândia-MS.

Segundo ele, depois de pegar o carro, ele e um comparsa foram até Aparecida do Taboado e, com documentos falsos, fizeram a transferência do veículo para o nome de Renato Silva.

Por fim, Adilson confessou que seu comparsa estava hospedado em um hotel na cidade. No local, o segundo criminoso se apresentou à polícia usando identidade em nome de Geicson da Conceição Souza, mas depois acabou revelando que seu nome verdadeiro era Roniedre Felipe Domingos Nascimento, de 31 anos. Ao notar que teria o celular apreendido, ele danificou o aparelho o arremessando no chão.

Em contato com a polícia de Cassilândia-MS, os agentes descobriram que o veículo apreendido com o Adilson era de um morador que entregou o carro após sinalização de depósito em conta bancária, no entanto, descobriu que o depósito havia se tornado sem efeito por tratar-se de cheque fraudado.

Conhecido em todo o País, Adilson acumula inúmeras passagens por estelionato em em todas as regiões, entre eles, Ribas do Rio Pardo, Bataguassu, Dourados, Maracaju, Sidrolândia, Goianézia, em Goiás, além de de Minas Gerais, São Paulo, Paraíba e Ceará.

Quem já foi vítima da dupla pode denunciar à polícia pelos telefones 67.3929.1173, 67.3521.4984 ou 67-9.9226.8210(WhatsApp).

 

 

fonte: Conteúdo ms

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *