Goleado no Morenão, Operário deixa escapar classificação para buscar vaga na Série D de 2022

O Operário deixou escapar uma das únicas oportunidades de ainda sem manter a esperança de disputar a Série D de 2022. Diante da tarde fria do Morenão, o Galo perdeu para o Dourados pelo placar de 4 a 2 e sepultou de vez qualquer chance da capital estar em duas das principais competições brasileiras: copa do Brasil e Série D. Nas redes sociais, os torcedores operarianos apontam diretoria e o técnico Glauber Caldas como os culpados pela campanha e a desmoralização na competição.

A partida foi movimentada no Estádio Morenão com quatro gols no primeiro tempo. O Dourados abriu o placar aos seis minutos em um erro da defensiva operariana. O lateral Maicon tentou o recuo para Diego na fogueira e, na dividida do goleiro com Adriano, a bola sobrou para Rilber, na área, com tempo para limpar o lance e tocar para o gol, fazendo 1 a 0. Quatro minutos depois foi a vez do Operário balançar as redes. Rui recebeu próximo à área e tocou para Jefferson Reis na meia lua. O camisa 11 girou e bateu no canto de Roger Paranhos, 1 a 1.

Dourados garante vagas para a temporada 2022 (foto-Franz Mendes)

Aos 23, o DAC voltou a comandar o placar após cobrança rápida de escanteio de Adriano para Igor Vilela. O camisa 10 olhou para área e fez cruzamento perfeito para Rilber, de cabeça, mandar a bola no canto de Diego, agora 2 a 1. Mas não demorou muito para o Galo empatar de novo. Em falta pela direita, Rui levantou na área para Maurício desviar de cabeça e igualar em 2 a 2, placar do primeiro tempo.

Na etapa final o jogo caiu de produção, com o Operário tentando explorar os contra-ataques e com o Dourados pressionando, nem sempre com organização. O Galo teve a chance de matar o jogo em lance que Dill, sem goleiro, chutou a bola em cima de Liniker em cima da linha. O DAC ganhou força para buscar a vitória nos últimos minutos. Aos 49 minutos, Thiago Moura fez uma cobrança de falta perfeita, no ângulo de Diego, fazendo 3 a 2. No ataque seguinte, veio o quarto gol, mais uma vez com Rilber, de cabeça, fechando o placar em 4 a 2 para os douradenses, vice-campeões estaduais.

completada com Rogério Vidmantas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *