F1: CEO da McLaren exalta autenticidade de Norris fora da pista

Zak Brown diz estar orgulhoso do trabalho que jovem piloto faz sobre saúde mental na F1

CEO da McLaren, Zak Brown está “muito orgulhoso” do trabalho de Lando Norris no que diz respeito à saúde mental na Fórmula 1, elogiando sua abordagem autêntica e honesta.

Norris construiu uma impressionante temporada de estreia em 2019, quase dobrando sua contagem de pontos em 2020, além de marcar seu primeiro pódio na F1 no GP da Áustria.

Fora da pista, Norris ajudou a arrecadar dinheiro para caridade durante a pandemia por meio de suas transmissões ao vivo de jogos e ajudou a promover a discussão em torno da saúde mental no automobilismo como parte da parceria da McLaren com a instituição de caridade Mind.

Questionado pelo Motorsport.com sobre o trabalho de Norris para ajudar a quebrar o estigma em torno da saúde mental no automobilismo, Brown elogiou a autenticidade do jovem de 21 anos.

“Acho ótimo”, disse Brown. “O que você vê é o que você obtém com nossos dois pilotos. Acho que essa é uma das razões pelas quais eles se tornaram tão populares e porque Lando é tão popular.”

“Tudo o que você o vê fazer é ele. Ele assume isso, é genuíno, é autêntico. É ótimo ter alguém que destaca problemas e agendas e é feito de uma forma muito autêntica. Acho que é muito importante.”

“Acho que Lando tem sido uma lufada de ar fresco para o esporte e é agradável de assistir. Na verdade, ele é uma pessoa bastante tímida, mas isso não aparece em suas redes sociais. Ele é muito autêntico. Acho que ele se sente muito confortável nesse ambiente.”

“Estamos muito orgulhosos de que ele se sinta confortável em apresentar essa questão de uma forma tão positiva”.

Norris desempenhou um papel fundamental na ascensão da McLaren no terceiro lugar no campeonato de construtores deste ano.

O piloto britânico disse ao Motorsport.com que achou “muito mais fácil” se sentir confiante em seus preparativos para os finais de semana de corrida para sua segunda temporada, mas notou as expectativas adicionais que os estreantes não enfrentam.

“Do ponto de vista do nível de confiança, foi muito mais fácil e pude chegar muito mais preparado para as corridas e com muito mais confiança e uma ideia melhor do que fazer”, disse Norris.

“Mas também há muitas coisas que ainda estão muito difíceis, não importa se você está na sua segunda temporada, apenas porque a perspectiva das coisas mudou.”

“Quando você chega como um novato, as pessoas o veem como um novato, então, quando você comete esses pequenos erros, não é o fim do mundo, pois você melhorará para o próximo ano.”

“Quando você chega em seu segundo ano, eles não esperam ver essas coisas mais, ou muito menos do que o que viram.”

“Você tem esse tipo de pressão diferente, de ter mais expectativa de algumas maneiras, e você precisa ter um desempenho maior, o que em muitas circunstâncias, eu consegui fazer, com meu ritmo de corrida e assim por diante. Mas ainda há coisas que são muito difíceis.”

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Confira DEZ motivos para ficar ligado na temporada de 2021 da F1

Reprodutor de vídeo de: YouTube (Política de Privacidade, Termos)

PODCAST: Quem ou quais foram os maiores fiascos da F1 em 2020?

 

Your browser does not support the audio element.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *