Cientistas descobrem anticorpos potentes contra novo coronavírus

Dois anticorpos humanos potentes e capazes de bloquear o novo coronavírus em camundongos e macacos-rhesus foram descobertos por cientistas dos Estados Unidos e da Alemanha.

O CoV2-2196 e o CoV2-2130, como são chamados os anticorpos, mostraram bons resultados tanto sozinhos quanto combinados contra a doença e conseguiram reduzir a carga viral, a inflamação no pulmão e a perda de peso em camundongos infectados. Nos macacos, por sua vez, os anticorpos foram capazes de impedir a contaminação pela doença.

Para os pesquisadores, “os resultados providenciam uma estrutura para o planejamento racional de vacinas e também para a seleção de imunoterapêuticos contra a covid-19.” Os anticorpos humanos são mais facilmente adaptados para tratamentos ou vacinas do que os de animais, como os das lhamas, que estão sendo investigados.

Dois anticorpos humanos potentes e capazes de bloquear o novo coronavírus em camundongos e macacos-rhesus foram descobertos por cientistas dos Estados Unidos e da Alemanha.

O CoV2-2196 e o CoV2-2130, como são chamados os anticorpos, mostraram bons resultados tanto sozinhos quanto combinados contra a doença e conseguiram reduzir a carga viral, a inflamação no pulmão e a perda de peso em camundongos infectados. Nos macacos, por sua vez, os anticorpos foram capazes de impedir a contaminação pela doença.

Para os pesquisadores, “os resultados providenciam uma estrutura para o planejamento racional de vacinas e também para a seleção de imunoterapêuticos contra a covid-19.” Os anticorpos humanos são mais facilmente adaptados para tratamentos ou vacinas do que os de animais, como os das lhamas, que estão sendo investigados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *