Bolsonaro diz que Pazuello fica na Saúde e decisão sobre Coronavac é definitiva

O presidente Jair Bolsonaro confirmou que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, não vai deixar a pasta. Em entrevista à CNN, o presidente disse também que a decisão sobre a vacina chinesa Coronavac é definitiva. O embate entre os dois iniciou quando o ministro afirmou que o governo federal iria comprar 46 milhões de doses da CoronaVac. A vacina contra a Covid-19 é desenvolvida em parceria pelo Instituto Butantan e pela farmacêutica chinesa Sinovac. Em seguida, o presidente Jair Bolsonaro escreveu em rede social que não compraria “vacina da China” e mandou “cancelar” o protocolo.

“O ministro Pazuello não vai sair do governo. O que aconteceu foi um mal-entendido, mas isso não vai envenenar o nosso ambiente. Pazuello é meu amigo particular, e ele é um dos melhores ministros da Saúde que o Brasil já teve”, disse Bolsonaro, na noite desta quarta (22). “O governo já tomou a decisão, e essa decisão é definitiva. Não vamos comprar a vacina chinesa, porque não há vacina pronta”, completou.

Fonte: Conteúdo ms

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *