Acusado de torturar e esquartejar irmãs é preso após um ano livre em Ponta Porã

Walter Andrés Torales Chamorro foi preso, nesta sexta-feira (14), na Linha Internacional entre Zanja Pyta e Ponta Porã. As informações são do site Ponta Porã News.

Ele fugiu da Penitenciária de Pedro Juan Caballero em janeiro de 2020, junto com outros 75 presos ligados a uma organização criminosa.

A prisão foi realizada num trabalho de cooperação entre a Guarda Civil Metropolitana de Fronteira e a Polícia Nacional do Paraguai.

Walter Torales é acusado, entre outros crimes, de sequestrar, torturar, esquartejar e queimar as irmãs Adriana e Fabiana Aguayo Baez, em junho de 2017.

Em 2018, ele foi preso em Ponta Porã pela Polícia Militar e extraditado para o Paraguai, onde cumpria pena. A fuga em massa foi considerada a maior e mais ousada estratégia da facção criminosa.

 

As autoridades da fronteira chegaram até ele depois de um trabalho de investigação entre policiais dos dois países.

 

Walter estava morando em Ponta Porã. Ele passou por exame de corpo de delito no Hospital Regional de Pedro Juan Caballero e, depois de ser interrogado pelas autoridades paraguaias, deve ser levado para uma penitenciária.

 

fonte: Conteúdo ms

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *