Acusado de caducar 13o do Bolsa Família, Maia diz que Bolsonaro é “mentiroso”

Um dia depois de o presidente Jair Bolsonaro dizer em live semanal nas redes sociais que neste ano não tem décimo-terceiro do Bolsa Família porque “porque o presidente da Câmara deixou caducar”, Rodrigo Maia (DEM-RJ) reagiu. Em discurso hoje no plenário, o presidente da Câmara acusou Bolsonaro de ser “mentiroso” e de usar contra ele discurso igual ao de “extremistas bolsominions”. “O próprio ministro Paulo Guedes [Economia] hoje confirmou que o presidente é mentiroso quando disse que de fato não há recursos para o décimo-terceiro do Bolsa Família”, disse Maia no discurso cujo vídeo foi publicado pelo site da Câmara (veja aqui). Ele também pautou para hoje a medida provisória que prorroga o auxílio emergencial em tempos de pandemia até dezembro, incluindo nela o décimo-terceiro do Bolsa Família em 2020. Agora o Planalto tentar convencer Maia a retirar da pauta a matéria. Conforme o blog da Andréia Sadi, no G1, a preocupação da equipe econômica é que a votação da MP abra brecha para uma eventual prorrogação do auxílio em 2021, o que faria o governo ter de “colocar a cara” para dizer que não pode pagar, trazendo desgaste político ao presidente.

 

 

conteudo: capitalnews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *