SIMONE TEBET PEDE CELERIDADE AO PROJETO DA ROTA BIOCEÂNICA

Parlamentar defendeu importância da rota para América do Sul – Foto: Ascom Simone Tebet

PARLAMENTAR DETALHOU IMPORTÂNCIA ECONÔMICA PARA MS

ALINE OLIVEIRA – Correio do Estado

Durante reunião realizada nesta quarta-feira (29), em Brasília (DF), a senadora, Simone Tebet (MDB/MS) solicitou ao ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, atenção especial ao projeto da rota de integração latino-americana, a chamada Rota Biocêanica.

Na ocasião, a parlamentar destacou as vantagens da abertura da rota estratégica para as exportações brasileiras, especialmente para Mato Grosso do Sul e a região Centro-Oeste. Acrescentou ainda, o ganho para integração comercial, cultural e turística entre Brasil, Chile, Argentina e Paraguai, a partir da concretização da rota.

“Não há dificuldade, a ponte entre Porto Murtinho e Carmelo Peralta está sendo custeada pela Itaipu Binacional. A rota vai trazer um desenvolvimento estratégico/regional para o Brasil muito grande, beneficiando o agronegócio. É importante que o Ministério e o Governo Federal priorizem isso”, disse a senadora ao ministro Tarcísio, lembrando que o trajeto será cerca de 8 mil km menor para transportar os produtos brasileiros, especialmente grãos, até a China e o mercado asiático.

O Ministro já tinha conhecimento da rota Bioceânica e acrescentou que há também a intenção de estimular a Bioceânica por via ferroviária. Ele citou projeto que tramita no Senado (PLS 261/2018) sobre ferrovias privadas e disse que a recuperação das ferrovias é prioritária para interligar a malha brasileira à peruana e chilena.

O projeto já passou pela Comissão de Assuntos Econômicos, aguarda votação na Comissão de Infraestrutura e depois seguirá para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). A senadora Simone, que é presidente da CCJ, se comprometeu a colocar a matéria em pauta rapidamente, quando o texto chegar à CCJ.

BR-262

A Senadora Simone Tebet aproveitou a reunião com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, para solicitar a liberação de recursos pelo DNIT para as obras de restauração da BR 262-MS, entre Três Lagoas e o entroncamento com a MS-338. O valor total da obra é de R$ 178 milhões.

Atualmente, 7% da obra foi executada. Este ano, há previsão de R$ 36 milhões de investimento neste trecho. Simone também pediu o empenho da emenda da Bancada de Mato Grosso do Sul, no valor de mais de R$ 28 milhões para a construção do Anel Rodoviário em Três Lagoas, nas Brs 262/158/MS.

 * Com informações da Assessoria de Imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *