Morenão completa 50 anos no próximo dia 7, mas a festa de aniversário será apenas em 2022 com a reforma prevista

Em virtude da pandemia que alterou o mundo desde o ano passado, as obras de reforma do estádio Morenão vai ficar mesmo para o segundo semestre desde ano e com prazo de entrega em 2022. A informação é do diretor da Fundesporte, Marcelo Miranda, em entrevista nesta sexta-feira a imprensa da Capital. No próximo domingo, dia 7 de março, o estádio completará 50 anos, e não haverá nada para comemorar.

Diretor concedeu coletiva e deu muitas informações na reunião (foto-Ribeiro-ACS)

A boa notícia é que a Universidade Federal tem até o dia 12 de março para entrega o projeto de reforma geral do local. Após a entrega, a PGE (Procuradoria Geral Estadual) garante o repasse de R$ 4,5 milhões até o fim de março. Em seguida, será feita licitação que deve levar mais algumas semanas, e então o projeto será executado em um período de 10 meses.

Segundo Marcelo Miranda, essa previsão de estar pronto não garante que seja utilizado para a temporada de 2022. “Em cerca de um ano, finalmente vai acontecer a entrega do Morenão e quando o campeonato começar, vai estar realmente em condições de disputa, aponta o diretor.

 

Muita festa realizada na inauguração do estádio (foto-arquivo Roberto Higa)

O estádio Pedro Pedrossian foi inaugurado no dia 7 de março de 1971 com a partida entre Corinthians e Flamengo. O atacante Buião, do Timão, foi o autor do primeiro gol no estádio. A maior torcida registrada nos anais oficial da UFMS é na partida entre Operário e Palmeiras, no dia 23 de fevereiro de 1978, quando 38.122 torcedores pagaram para acompanhar a vitória do Galo pelo placar de 2 a 0. A equipe do Operário deixa ainda registrado a maior goleada de 13 a 0 diante do Barra do Garça (MT) no antigo Estadual.

esportems

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *