Comando lamenta morte de soldado que estava há 6 anos na PM

O Comando da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul emitiu nota de pesar pela morte do soldado Luciano Abel de Carvalho Nunes, 29 anos, morto após a moto em que estava ser atingida por carro dirigido por Helder da Cunha Rodrigues, 38 anos, advogado alcoolizado e sem permissão para dirigir.

Segundo a PM, Luciano estava na corporação desde o dia 22 de setembro de 2014 e, atualmente, era lotado no Batalhão da Polícia Militar de Guarda e Escolta.

“Contando com 6 anos e 1 mês de efetivos serviços prestados à Instituição, o militar foi vítima de acidente de trânsito. O Comando da PMMS externa condolências aos amigos e familiares do Soldado Luciano, rogando a Deus que os conforte neste momento difícil”, fiz o texto.

O acidente – A colisão aconteceu por volta das 4h em cruzamento sinalizado da Avenida Ministro João Arinos com a Centaurea, no Bairro Cidade Jardim, na saída para Três Lagoas, em Campo Grande.

Luciano seguia numa motocicleta Yamaha XJ6 300 cilindradas, quando foi atingido pelo Chevrolet Cobalt. Depois da pancada, tanto o corpo da vítima quanto o carro do advogado foram parar no canteiro central. O Corpo de Bombeiros foi acionado, tentou reanimar a vítima, mas sem sucesso. O PM morreu no local.

 

Após o acidente Helder se apresentou como advogado para uma testemunha e na sequência fugiu a pé. Ele foi preso momentos depois em abordagem da polícia.

(Campo Grande News)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *