Bonito.LGBT: Trade turístico celebra chegada da primeira agência de turismo gay-friendly de MS

A Bonito.LGBT sai do armário para se posicionar de maneira ativa, participativa, e principalmente, assumida no turismo sul-mato-grossense!

Já dizia Willian Shakespeare que ser grande é abraçar uma grande causa. Com o objetivo de abraçar e incluir, de fato, o público LGBT+ no turismo sul-mato-grossense, a Agência São Jorge Pub & Hostel tem o prazer de apresentar a Bonito.LGBT, a primeira agência de turismo *gay-friendly de Mato Grosso do Sul.

Para aumentar o número e melhor atender os turistas deste segmento no destino de ecoturismo mais visitado do Brasil, a Bonito. LGBT oferece uma opção de atendimento e prestação de serviços turísticos de Bonito, orientada preferencialmente à comunidade LGBTQI+ e suas exigências específicas, entregando a melhor oferta de produtos e serviços, transformando em uma experiência inesquecível.

Resultado de estudos, pesquisas, cruzamento de dados e análises comportamentais, concluiu-se que um número substancial de consumidores do mercado LGBTQI+ buscam o destino de Bonito/MS, mas não encontram a devida atenção, acolhimento e/ou conteúdo online específico relacionado ao tema que lhes capte a devida atenção. Após dois anos de monitoramento deste mercado e do comportamento destes consumidores, foi lançada a nova estratégia de Marketing/2018 com a criação da Bonito.LGBT.

Felipe Daniel, um dos proprietários da Agência, explica que a Bonito.LGBT não apresenta atrações e pacotes exclusivos, mas oferece opções de hotéis, pousadas, restaurantes, passeios e quaisquer estabelecimentos onde o LGBTQI+ é bem-vindo. “A ideia é fazer uma aliança com as empresas que realmente estão engajadas a darem um atendimento diferenciado, sem diferenciar essas pessoas”, ressalta Felipe.

Felipe Daniel enfatiza que a agência disponibiliza funcionários LGBTQI+ e toda a equipe de profissionais é treinada e qualificada para o atendimento deste público. “Já passou da hora de atropelar o viés da percepção de que esse assunto ainda é motivo de conversa, tabu, preconceito ou discriminação. É um nicho dotado de um público exigente, educado, de alto nível intelectual, alto poder aquisitivo, e, sobretudo, um público que viaja muito”, completa.

Para ter uma ideia, no Blog da Braztoa (Associação Brasileira de Operadoras de Turismo) foi publicada uma matéria com dados informativos da OMT (Organização Mundial do Turismo), onde diz que o número de viajantes do setor, no mundo, já representa 10% do total de viajantes, além de representar uma fatia de 15% do faturamento.

Muitas empresas já se identificam como gay-friendly, permitindo uma base de funcionários e clientes mais diversificada. A Human Rights Campaign trabalha para conseguir a igualdade para pessoas LGBTQI+ e publica uma lista das empresas em relação a questões relativas ao tema. Entre as empresas que se destacam por ambientes de trabalho gay-friendly estão a Dell e a The Coca-Cola Company. Empresas como a R Family Vacations, Manspray, Volkswagen, Ginch Gonch e Egotour, além de inúmeras outras, oferecem produtos e serviços específicos para o nicho de clientes LGBTQI+. Outras, como a LOT Polish Airlines, envia a mensagem aos usuários gays e oferece viagens para os principais destinos gays com uma bandeira arco-íris. Estudos têm demonstrado que as comunidades LGBTQI+ tendem a favorecer empresas gay-friendly, mesmo que o custo de um determinado produto ou serviço seja superior.

A companhia aérea TAM Viagens, por exemplo, em meados de 2016 obteve a ajuda de ninguém menos que Clovis Casemiro, membro da IGLTA (International Gay & Lesbian Travel Association) para a criação do seu novo Departamento LGBT.

Mas não é só pelo viés econômico que a Agência São Jorge Pub & Hostel decidiu apostar nesse novo ‘produto’ como alguns poderiam assim definir. Receber o público LGBTQI+ não é novidade para o Pub São Jorge, um dos pontos mais badalados de Bonito. Localizado no centro da cidade, o pequeno e aconchegante espaço ficou lotado no início deste ano quando foi pelo segundo ano consecutivo, palco da festa Pride 2.0, dedicada à comunidade LGBTQI+.

Quem passava pela Rua Luiz da Costa Leite e via o arco-íris pendurado na fachada já imaginava que o espaço estava se preparando para receber um evento voltado ao público queer. Mariano Chiurazzi, cenógrafo da festa, se inspirou nos memes da internet com temática gay preenchendo as paredes do local com nuvens iluminadas por led, algumas vomitando arco-íris, símbolo da comunidade LGBTQI+. O evento no Facebook também trazia o arco-íris na foto de capa e o texto anunciava: ‘Arrasou! O São Jorge PUB é só amor!’

Jou Gonzales, DJ residente e também proprietário da Agência São Jorge, justifica a realização da festa: “O público LGBTQI+ adotou o bar e a gente adora essa galera”. Jou conta que em relação à primeira Pride em 2017, o público desta edição foi maior. E como já ocorre em outras noites no Pub, havia diversos gêneros além do LGBTQI+, se divertindo lado a lado, fazendo jus ao slogan do evento: ‘Orgulho de ser livre’. “Houve mais investimento em decoração e a atração foi melhor”, detalha. O DJ revela que a Bonito.LGBT já está programando novidades para a Pride 3.0 em 2019.

O diretor-presidente da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, Bruno Wendling, considera uma bela iniciativa e muito importante para atender o segmento LGBTQI+ que vem crescendo no turismo regional, sendo um público qualificado, com gasto acima da média, que todo destino tem que trabalhar e melhor atender.

“Bonito já possui alguns empreendimentos que têm focado seus esforços para atender o segmento. E nossa campanha de marketing ‘VisitMS’ também está atuando na promoção dos destinos de Mato Grosso do Sul para o segmento LGBTQI+”, enfatiza.

* Simpatizante LGBTQI+ (em inglês, gay-friendly) é um termo usado para referir-se a lugares, políticas, pessoas ou instituições que procuram ativamente a criação de um ambiente confortável para as pessoas LGBTQI+.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *